segunda-feira, 23 de abril de 2007

Joanna Newsom

Sobre a Joanna Newsom (e a emergência de vários artistas - relativamente - pop munidos de instrumentos clássicos: ver Arcade Fire, Final Fantasy, Patrick Wolf), o violinista Andrew Bird comentou:

«Isn't it great that the universe can still create such beautiful weirdness?»

Com certeza que sim, Mr. Bird. Tanto como foi um prazer entrevistá-lo, a si e às suas ansiedades, dúvidas existenciais, metafísicas pessoais e introspecções sortidas. Ora aí está um artista com quem me identifico!

Quanto à Joanna Newsom, cada vez mais me convenço que a menina da harpa é um pequenito génio. O disco do ano passado, Ys, não me deixa mentir. E também houve entrevista gostosa e estimulante - hoje nas bancas com a BLITZ e nos bancos (dos transportes) com o Metro.


3 comentários:

Magoonífico disse...

e esta senhora vem a Braga ao Theatro Circo no dia 3/5!!!

NC disse...

Que chatice, depois de conhecer este Ys, que é fantástico, até curtia vê-la. Já alguém lhe deve ter dado aulas de canto, finalmente :D

bicho_de_conta disse...

Olha que carago, regressou para mandar estas bocas reaccionárias :D

Bem-vindo!

Foi um belo concerto, checka aqui:

http://blitz.aeiou.pt/gen.pl?p=stories&op=view&fokey=bz.stories/7252&sid=bz.sections/35

Quanto à voz, dava uma graça... diferente às músicas do primeiro disco. Se tivesses visto o concerto percebias ;)

Tempos idos

FEEDJIT Live Traffic Feed