quinta-feira, 22 de março de 2007

QUINO

Adoro as trapaças ingénuas do Manelito merceeiro e a fervilhante veia de cusca sem culpa nem consciência da Susaninha, mas não há personagem que me encha as medidas como o Filipe.

A sua frase «Estou para aqui a rir-me como um tolo e ainda não fiz os deveres!» é um lema de vida para mim.

Pesquisei pela figura e encontrei esta certeira descrição...

«Sonhador, tímido, preguiçoso e desligado; às vezes, romântico. (...) Não parece concordar muito com a própria personalidade: "Logo eu tinha de ser como sou?", pergunta-se numa tira».

O meu alter ego argentino e do mundo da BD, Filipe (Felipe, no original):

3 comentários:

NC disse...

Mas fisicamente és mais parecida com a Mafalda mesmo :D

bicho_de_conta disse...

Muito obrigada, a sério :-D

Cátia Monteiro disse...

Há vários anos que o humor do Quino me faz companhia - e até tempos recentes costumava repetir a leitura das tiras pela enésima vez como se de antidepressivos se tratassem. Apesar da crítica sempre presente, há uma boa disposição que me fazia sentir um pouco melhor. Talvez porque a Mafalda pegue no globo do Mundo e o tente tratar, mesmo reconhecendo a insuficiência do gesto.

Anyway, agora que me vejo a pensar nisso, acho que não consigo escolher apenas uma personagem. Talvez porque nas suas personalidades tão diferentes (e em que alguns aspectos são exagerados em detrimento de outros pela via do estereótipo) cada um tenha um pouco daquilo que nos forma. A desmotivação e a insegurança do Filipe, o idealismo ingénuo do Miguelito, o espírito reivindicativo da Liberdade, a coscuvilhice da Susaninha - pronto, ok, de alguns nem tanto :p

E apesar das críticas bastante direccionadas, não deixa de ser uma leitura actual.

Pronto, acho que já invadi o espaço por demasiadas linhas.. vou sair de mansinho..

Tempos idos

FEEDJIT Live Traffic Feed