domingo, 13 de janeiro de 2008

Idade

Reflectia a SR ali ao lado sobre os sinais da provecta idade que começa a pesar-nos nos ombros.

Pessoalmente, sinto-me velha quando chego a Paço de Arcos e, perante um cenário de céu azul quase fluorescente e árvores verdejantes, em Janeiro!, a primeira coisa que me ocorre é:

«Devia ter deixado uma máquina a lavar, hoje».

Por outro lado, neste Natal uns amigos do meu padrinho perguntaram-me o que é que eu gostava de fazer além de (ainda) estudar. Espero que uma mão continue a lavar a outra.

2 comentários:

Suz disse...

Melher, nem sei que te diga. Se por um lado a idade pesa-me no espírito, por outro continuo a ouvir coisas como me disse a médica que consultei neste Sábado na hora de me receitar o antibiótico: perguntou-me se tinha mais de 20 anos (!!)...

menina-alice disse...

Não é idade, é racional gestão do tempo. Temos de ser otpimistas.

Tempos idos

FEEDJIT Live Traffic Feed