segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Raquel

Em tempos confidenciou-me o ex-colega e amigo Paulo Rico que havia uma Raquel no historial amoroso de todos os seus amigos, sem excepção. Com uma excepção (conta a lenda, conta a lenda) mas suficientemente intensa para dar origem a uma canção terá sido a experiência dos Ornatos com criatura do mesmo nome. E até os National têm uma cançoneta, que integrou o alinhamento do concerto de Berlim, chamada «Murder Me Rachael».

Pois que não restam dúvidas, as Raquéis são mulheres marcantes. E desde o passado Sábado, 3 de Novembro, que mais uma se prepara para dominar o mundo. Tem bochechas rosadas, dedinhos compridos e uma expressão que, mesmo quando ameaça partir para o choro, se desmancha num sorriso consolado. Nos seus 40 centímetros (altura medida a olho, não levei fita métrica), já é grande. Bem-vinda!...

3 comentários:

Suz disse...

Parabéns aos pais e boas vindas à bébé :)

Anónimo disse...

48 cms para ser mais exacto :-) e além do meu espero que ela venha a dominar muitos mais mundos quiçá até uma ditadora a nível mundial como eu tanto gostaria, como vingança dos puxões e mordidelas que aquelas bochechinhas ainda lhe hão-de custar assim que for um pouco mais crescida... talvez me aguente uns dias, talvez mais, não sei :)

lisabel disse...

«quiçá até uma ditadora a nível mundial como eu tanto gostaria»

:D :D :D

Ah, 48 centímetros ainda é! Leoa (ou escorpiona, pronto)!...

Tempos idos

FEEDJIT Live Traffic Feed