segunda-feira, 24 de março de 2008

Mais frases

A época pascal também foi fértil para o meu Pai. As miúdas a dormir à porta do Atlântico, para verem os Tokio Hotel, estariam - se fossem filhas dele - a «asfaltar estradas». O Sportingue perdeu com o Setúbal porque o Paulo Bento (além de ser um maricas e estar sempre «a coçar o nariz» nas conferências de imprensa) tem «vergonha» de pôr os jogadores, nomeadamente o Liedson, a treinar penalties. Quem dera aos leões ter um treinador como o Jaime Pacheco (de quem o meu Pai já disse cobras e lagartos, ao longo de vários anos) - pode ser caceteiro mas pôs jogadores «que só foram para o Boavista porque tinham fome e queriam comer maçarocas» a jogar mais ou menos. Por falar em regimes alimentares, a desgraça do SCP é, claramente, da responsabilidade do Miguel Veloso e do «cu gordo!» que ostenta desde a colaboração com a estilista Fátima Lopes (o meu Pai é que diz, atenção - eu nunca olhei para o rabo do futebolista).

Não reparando que a chávena que o jornal Record trazia de brinde era não só uma chávena do Sporting, como uma chávena do Miguel Veloso, a minha Mãe ofereceu o dito souvenir ao meu Pai. O homem ignorou o ódio de estimação ao jogador de rabiosque adiposo e prometeu estimar a caneca. Pouco depois, viria a parti-la sem querer, quando tentava perceber porque é que as cápsulas da máquina de café não estavam a rebentar. «Rai's partó dia em que se comprou [ele comprou, portanto] a máquina!».

Não é preciso ser cientista genético para encontrar aqui um padrão (ver post abaixo).

3 comentários:

Suz disse...

LOL ai amiga, só tu!

menina-alice disse...

O que já me fizeste rir! O teu pai rocka. Mafamude só pode ir a reboque de tal personagem.

lisabel disse...

... e quanto mais fulo, mais rocka ele :D

Tempos idos

FEEDJIT Live Traffic Feed